terça-feira, 17 de maio de 2011

Led Zeppelin - IV


      Lançado em 8 de Novembro de 1971, o álbum IV da banda Inglesa Led Zeppelin é um dos melhores da história do rock, com cerca de 37 milhões de cópias vendidas, das quais 23 milhões somente nos Estados Unidos. Influenciado por temas como a mitologia nórdica e a obra-prima de J.R.R.Tolkien  O Senhor dos Anéis, marca os primeiros traços de rock progressivo e heavy metal, que constantemente adotariam letras místicas e canções longas, com harmonias bem-elaboradas.
     O álbum, na verdade, não tem nome, sendo designado pelo selo Atlantic Records como The Four Elements, pelo guitarrista (e produtor) Jimmy Page como IV e pelo vocalista, Robert Plant como The Fourth Record (simplesmente O quarto álbum). Confira abaixo um resumo faixa-a-faixa do disco.


"Black Dog"


     O álbum tem seu início com uma das maiores músicas da história do rock (294ª posição na lista da revista Rolling Stone). A música tem seu início com um efeito de guitarra e a voz poderosa de Robert Plant, seguido por um riff pesado, com compassos "quebrados". A bateria, porém, se mantém firme no pulso quaternário o tempo inteiro, gerando um efeito interessante aos 2:36, onde caixa e bumbo se alternam durante uma extensão do riff principal da guitarra:


video




"Rock'n'Roll"


     Seguindo uma harmonia blueseira alternada com trechos de rock, a música é uma das mais conhecidas do grupo. A guitarra agressiva de Jimmy Page faz jus ao status de "a mais pesada banda de todos os tempos", atribuida à banda pela revista Rolling Stone:


video




"The Battle of Evermore"


     Inacreditavelmente feita durante uma "brincadeira" de Jimmy Page, que testava o bandolim de John Paul Jones sem saber tocar, The Battle of Evermore é, indiscutivelmente uma das músicas mais ricas do Zeppelin. A letra é baseada na mitologia escocesa e no livro O senhor dos Anéis, sobre a qual Plant estava lendo na época, confira um trecho:


"...the night is long, the beads of time pass slow,
Tired eyes on the sunrise, waiting for the eastern glow.
The pain of war cannot exceed
The woe of aftermath,
The drums will shake the castle wall,
The ring wraiths ride in black..."


"A noite é longa, as contas do tempo passam devagar,
olhos cansados no nascer do sol, a espera do brilho do leste.
a dor da guerra não pode exceder
à aflição do resultado,
os tambores balançarão as muralhas do castelo,
os espectros d'O Anel cavalgam trajando negro"

     Sentindo que a música precisava ser cantada em um dueto, Robert Plant convidou a cantora Sandy Danny, ex-membro do grupo de folk rock britânico Fairport Convention:

video



"Stairway to Heaven"

    A quarta faixa do álbum traz uma das músicas mais belas e cheias de mito da história do rock. Stairway to Heaven é pura obra de arte, desde seu começo primoroso, onde o dedilhado de Page é acompanhado de uma flauta melancólica ao final apoteótico, discorrem aproximadamente 8 minutos de áudio. No entanto, a canção quebrou todas as barreiras das rádios, que não tocavam músicas tão longas (fato conseguido previamente apenas por Hey Jude, dos Beatles, em 1968). Para completar, o solo da música foi eleito O Melhor Solo de Guitarra pela revista  Guitar World:

video



"Misty Mountain Hop"

     De clima sessentista, Misty Mountain Hop é uma das mais irreverentes músicas do álbum. A intepretação mais popular da música fala do uso de drogas e faz um referência às Montanhas Sombrias, do livro O Hobbit, de J.R.R. Tolkien e conta com o baixista John Paul Jones tocando teclado:


video



"Four Sticks"

     Four Sticks é uma das músicas de maiores dificuldades na gravação do álbum, que precisou de duas gravações de bateria (daí o título, pois o baterista John Bonham usou dois pares diferentes de baquetas), overdubs de guitarra e um sintetizador VCS3, tocado por John Paul Jones. O compasso da música é marcado em 5/8, alternando para 6/8 frequentemente:

video


"Going to California"

     Em outra música acústica, com uma referência folk de beleza surpreendente,  a sétima faixa do álbum IV traz Jimmy Page em um arranjo sublime de 2 violões (sendo um afinado em DADGBD) e bandolim, tocado por John Paul Jones:

video


"When The Levee Breaks"

     When the Levee Breaks foi composta por Kansas Joe McCoy e Memphis Minnie em 1929 e faz referência à grande inundação do Mississippi, em 1927 e é de domínio público. Esta é uma das versões mais pesadas (e famosas) já feitas da música, que termina com uma guitarra enfurecida de Jimmy Page:



video


     Mais que um álbum, IV é mágico. Um disco que quebrou barreiras, redefiniu os moldes do rock e concretizou o Led Zeppelin como um dos gigantes do rock, responsáveis por cerca de 200 milhões de discos vendidos ao redor do globo, sendo 111.5 somente nos Estados Unidos.


1 comentários:

Tinha esquecido de como essa Four Sticks é boa! Iradíssima e tinha uns 8 anos que não a ouvia! Do caralho o post!

Postar um comentário